“Por que copos negros incomodam? Por que a cultura negra incomoda?”, Maria Luiza Igino Evaristo

Prof. Dra. Maria Luiza Igino Evaristo é convidada do Fé em Debate Religião, Raça e Identidade, que acontece próxima terça-feira (23.06), às 19 horas. Graduada em História e doutora em Ciência da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Maria Luiza fala sobre a importância do debate: “Esse debate é extremamente importante, principalmente nesse momento que estamos vivenciando no país com manifestações a respeito da valorização da vida negra por conta de diversas mortes que não são de agora, são mortes que vem acontecendo desde que o primeiro negro foi colocado dentro desse país a gente vê que esse grupo tem sido sistematicamente atacado, discriminado, desvalorizado”, aponta.

Maria Luiza explica que o debate vai abranger a discussão da formação de uma identidade negra, e como a questão racial negra é elaborada e discutida de uma forma religiosa. Seu tom, coloca, será provocador: “Minha fala vai ser no sentido de provocar. Por que copos negros incomodam? Por que a cultura negra incomoda? E parte dessa cultura que incomoda está o fator religioso, que é algo muito intenso, é algo que nos constitui. É algo que é condicionante também para a nossa identidade”, analisa.

O Fé em Debate Religião, Raça e Identidade também contará com a presença do Prof. Dr. Marcos Vinicius de Freitas Reis, doutor em Sociologia pela Universidade Federal de São Carlos e a mediação ficará por conta do Prof. Dr. Genaro Camboim Lula. Para participar do debate basta acessar o Canal do Departamento de Ciências da Religião da UERN no YouTube.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here