Comissão aponta para retorno remoto das atividades acadêmicas na UERN

Instituída com o objetivo de orientar a Reitoria da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) para a retomada das atividades acadêmicas no âmbito da Instituição, a Comissão Especial de Consulta voltou a se reunir na última sexta-feira (17), através da Plataforma Google Meet.

A Comissão está finalizando um documento com as condições gerais para o início do semestre letivo 2020.1, que deverá acontecer de forma remota. A reunião foi presidida pela vice-reitora Fátima Raquel Morais e contou com a participação da maioria dos membros da comissão, que é composta por representantes de todos os segmentos da Universidade.

Paralelo ao trabalho desta comissão, tramita no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) o processo para a instituição de um calendário suplementar não-obrigatório. Mesmo antes da apreciação pelo Consepe, os membros da Comissão, diante do parecer da Assessoria Jurídica indeferindo o calendário suplementar, entenderam que a Universidade precisa definir o quanto antes as condições para o início do semestre regular.

“Realmente não há cenário, em todo Brasil, para aulas presenciais, isso seria uma imprudência e mesmo com a resistência é necessário tomar uma decisão”, afirmou a vice-reitora, ressaltando que há uma grande ansiedade por parte da Comunidade Acadêmica e da Comunidade Externa para o retorno das atividades.

Diante dos desafios apresentados para o retorno remoto, principalmente quanto ao acesso às plataformas digitais, a professora Fátima Raquel explicou que a Universidade abriu um edital de inclusão digital através de duas modalidades: aquisição de equipamento e aquisição de internet, para auxiliar os estudantes. Segundo a vice-reitora, o primeiro a aquisição de equipamentos como tablets teve concorrência de três para um e o segundo, para contratação de pacotes de internet, teve menos adeptos que as vagas ofertadas. Ela também ressaltou que a UERN dará todo apoio a quem precisar, inclusive com a abertura de novos editais.

Durante a reunião, também foram destacadas as inúmeras capacitações realizadas para servidores técnicos, docentes e estudantes voltadas para o uso das plataformas digitais na educação.