Metagêneros em contexto acadêmico: o ensino do TCC a partir de tutoriais em vídeos de YouTube

Palavras-chave: Metagêneros, Trabalho de Conclusão de Curso, Tutoriais em vídeos de YouTube

Resumo

Os gêneros que ensinam outros gêneros, os metagêneros, ainda são pouco estudados no contexto de pesquisas sobre gêneros. Nesse sentido, objetivamos analisar como tutoriais de Youtube orientam/ modelizam o TCC, especificamente as seções de Introdução, Metodologia e Considerações finais, isto é, como concebem este gênero e quais orientações o caracterizam. Os pressupostos teóricos que amparam esta discussão circunscrevem-se no cenário dos Estudos Retóricos de Gêneros (ERG), a partir de estudiosos como Bazerman (2006), Miller (2009), Giltrow (2002) entre outros. O artigo aborda, com adaptações, o Modelo de análise temática a partir de um referencial de codificação, de Jovchelovitch e Bauer (2017) para desencadear as análises. A pesquisa é de natureza qualitativa e, quanto aos objetivos, de abordagem descritiva, interpretativa e exploratória. Os resultados mostram que os tutoriais apresentam, predominantemente, orientações sobre o TCC quanto a aspectos estruturais-formais. Além disso, na seção de Metodologia há a recorrência de orientações sobre a metodologia científica, fenômeno que intitulamos de abordagem metametodológica. O TCC ainda é visto em seu sentido amplo. Pelas análises, entendemos que as orientações focalizam o TCC em sua forma escrita.     

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES FILHO, F. Como mestrandos agem retoricamente quando precisam justificar suas pesquisas. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 18, p. 131-158, 2018.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BARBOSA, J. C. Metagêneros: o ensino do gênero trabalho de conclusão de curso em manuais de metodologia destinados a culturas disciplinares específicas. 2020. 172 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2020.

BAWARSHI, A; REIFF, M. Gênero: história, teoria, pesquisa, ensino. São Paulo: Parábola, 2013.

BAZERMAN, C. Escrevendo bem, científica e retoricamente: consequências práticas para escritores da ciência e seus professores. In: DIONÍSIO, A. P.; HOFFNAGEL, J. C. (org.). Gênero, agência e escrita. São Paulo: Cortez, 2006. p. 23-43.

BERNARDINO, C. G.; ABREU, N. O. A seção de introdução em artigos acadêmicos experimentais da cultura disciplinar de Psicologia: um estudo sociorretórico. Raído, v. 12, n. 27, p. 462-482, 2017.

BEZERRA, B. Gêneros no contexto brasileiro: questões (meta)teóricas e conceituais. São Paulo: Parábola Editorial, 2017.

CANTUÁRIO, A. A. S. Metagêneros: uma análise de tutoriais de YouTube sobre a produção de trabalho de conclusão de curso-TCC. 2020. 210 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2020.

DEVITT, A. J. Writing genres. Carbondale: Southern Illinois University Press, 2004.

GILTROW, J. Meta-genre. In: COE, R.; LINGARD, L.; TESLENKO, T. (org.). The retoric and ideology of genre: strategies for stability and change. Cresskill: Hampton, 2002. p. 187-205.

HYLAND, K. Disciplinary discourses: social interactions in academic writing. Singapore: Pearson Education Limited, 2000.

JOVCHELOVITCH, S.; BAUER, M. W. Entrevista narrativa. In: BAUER, M. W.; GASKELL, G. (org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Tradução: Pedrinho Guareschi. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017. p. 90-113.

MILLER, C. Gênero como ação social. In: DIONÍSIO, A. P.; HOFFNAGEL, J. C. (org.). Estudos sobre gênero textual, agência e tecnologia. Recife: EDUFPE, 2009. p. 21-44.

NUNES, V. S. Análise de gênero no mundo do trabalho: os usos do memorando nas práticas dos profissionais do Instituto Federal de Pernambuco/Campus Recife nos séculos XX e XXI. 2017. 306 f. Tese (Doutorado em Letras) – Faculdade de Letras da Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2017.

NUNES, V. S.; SILVEIRA, M. I. M. O papel dos metagêneros na construção do gênero: um fator de estabilidade genérica? Calidoscópio, v. 16, n. 2, p. 303-314, 2018.

PACHECO, J. T. S.; BERNARDINO, C. G.; FREITAS, T. L. Um estudo sociorretórico da seção de Conclusão em artigos originais da cultura disciplinar da área de Nutrição. Revista Entrepalavras, v. 8, p. 119-139, 2018.

PAIVA, F. J. O. A construção de um modelo de análise do gênero artigo acadêmico experimental (AAE): ensinando, negociando e compartilhando conhecimentos. Revista Práticas de Linguagem, v. 8, p. 285-300, 2019.

PEREIRA, R. C. Orientações e desconstrução de mitos sobre o TCC. In: PEREIRA, R. C. (org). Entre conversas e práticas de TCC. João Pessoa: Ideia, 2016. p. 19-30.

SERRANO, P. H.; PAIVA, C. C. Critérios de categorização para os vídeos do YouTube. Temática, v. 4, p. 2, 2008.

SWALES, J. Genre analysis: English in academic and research settings. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

Publicado
2021-05-27
Como Citar
CANTUÁRIO, A. A. S.; FILHO, F. A. Metagêneros em contexto acadêmico: o ensino do TCC a partir de tutoriais em vídeos de YouTube. Diálogo das Letras, v. 10, p. e02104, 27 maio 2021.