ECOGEOTURISMO E GEODIVERSIDADE NO PARQUE NACIONAL DA FURNA FEIA: ESTRATÉGIAS PARA A CONSERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO NATURAL

  • Jessica Jessiana Ferreira Alves
  • Wendson Dantas de Araújo Medeiros

Resumo

A expansão dos espaços urbanos tem levado os habitantes da cidade a buscarem, cada vez mais, ambientes naturais com vista à realização de atividades de lazer e recreação diferentes das oferecidas no cotidiano das cidades, como a atividade ecogeoturística. Nesse contexto, as unidades de conservação da natureza surgem como atrativos a esta população, que busca estes espaços para a apreciação da paisagem, onde se insere a geodiversidade. Neste sentido, o presente trabalho teve como objetivo analisar a geodiversidade do Parque Nacional da Furna Feia, que está situado entre os municípios de Mossoró e Baraúna, estado do Rio Grande do Norte, para fins de desenvolvimento da atividade ecogeoturística. Os procedimentos metodológicos que embasaram o trabalho foram observações estruturadas, diretas e empíricas, assim como pesquisas de campo e pesquisas bibliográficas. Foram analisados aspectos da geodiversidade das três principais cavernas do parque, por meio de uma metodologia de valoração qualitativa com base nos critérios científico, turístico, espeleotemático, arqueológico/paleontológico e estrutural com a finalidade de apresentar o potencial para o desenvolvimento do ecogeoturismo. Por fim, foram sugeridas medidas de proteção do patrimônio natural visando à abertura do Parque para a visitação do público em geral.

Publicado
2019-10-23
Seção
Artigos e Ensaios