Rio Grande do Norte recebe primeiro evento itinerante do Investe Turismo

0
4

Com nove municípios contemplados pela rota estratégica Natal e Litoral, o programa Investe Turismo foi lançado nesta terça-feira (4), em Natal, pelo secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do MTur, Aluizer Malab. O programa é realizado em parceria com a Embratur, o Sebrae e secretarias estaduais de turismo. O evento contou com a participação de gestores, técnicos e empreendedores do setor turístico. Ao todo, o Investe Turismo contempla 30 rotas turísticas em todo o Brasil, sendo pelo menos uma por estado.

“Essas primeiras rotas vão liderar um trabalho contínuo ao longo da atual gestão do MTur. A regionalização e parcerias vão nortear as ações do Investe Turismo. Precisamos definir estratégias para cada rota prioritária. É o início de um grande projeto numa área muito importante para o Rio Grande do Norte”, disse Malab, reforçando que o programa começa focado em rotas estratégias para trabalhar o desenvolvimento do turismo de forma regional e integrada com parceiros públicos e privados.

Para o diretor do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcante, a parceria é primordial para o desenvolvimento do turismo potiguar, mesmo onde a atividade já está consolidada, como no Polo Costa das Dunas, região turística que abrange municípios ao sul e norte de Natal. “Estamos apostando nessa parceria com o Ministério do Turismo, conectando estratégias com produtos turísticos e tecnologia para que o turismo dê a sua contribuição, ainda maior, na geração de emprego e renda para o estado.”

A secretária de turismo do Rio Grande do Norte, Ana Maria Costa, também defendeu a integração entre os destinos estratégicos incluídos na rota potiguar e os parceiros do Investe Turismo no estado. “Fomos contemplados com os destinos mais visitados, com grande demanda de serviços, capacitação e governança”, afirmou. Além de Natal, a rota vai beneficiar Parnamirim, Tibau do Sul (Pipa) e Baía Formosa, ao sul da capital. Ao norte de Natal ficam Extremoz (Genipabu), Maxaranguape (Maracajaú), Touros e São Miguel do Gostoso, na esquina do continente, e Galinhos, vilarejo bucólico cercado pelo mar, salinas e manguezais só alcançado por barco e carro 4×4.

Uma das estratégias para o Rio Grande do Norte vai ser o trabalho de qualificação e gestão que é feito pelo Senac-RN, vencedor do 1º Premio Nacional do Turismo na categoria qualificação profissional. A forma inovadora com que a instituição atua no mercado do turismo tem levado os profissionais treinados na escola de turismo e hotelaria do Senac, em Natal, a quase 100% de empregabilidade no setor.

Bye Bye Natal

Ainda na capital potiguar, o secretário do MTur visitou as obras do Museu da Rampa e do Memorial do Aviador, em fase de conclusão com recursos do MTur no valor de R$ 8 milhões. A recuperação da antiga base de hidroaviões de Natal e o Memorial do Aviador, que retrata os primórdios da aviação no Rio Grande do Norte e durante a II Guerra Mundial, formam um complexo turístico e cultural, nas margens do rio Potengi, que resgata Natal como a maior base americana fora dos Estados Unidos na época da guerra. Um musical apresentado na abertura do seminário itinerante do Investe Turismo é um dos produtos turísticos da economia criativa já apresentado em Natal fora do roteiro tradicional de sol e mar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here